Apesar de ser um assunto pouco debatido, a violência contra idosos no Brasil aumenta a cada ano.

De acordo com dados apresentados pelo Governo do Brasil, as pessoas idosas são a segunda parcela da população mais vulnerável à violência, atrás apenas das crianças e adolescentes.

As denúncias de violações contra esse grupo representam 30% do total recebido pelo Disque 100 em 2019.

Além disso, os dados apresentados mostram que, em sua maioria, a violência contra a pessoa idosa é praticada por alguém da família como filhos, netos, genros ou noras, entre outros.

Por esse motivo, muitas vezes os idosos violentados não procuram ajuda por medo, vergonha e receio de prejudicar algum membro familiar.

Assim, é extremamente importante que as pessoas que tem um relação próxima com idosos fique atento a sinais que podem evidenciar o abuso contra o idoso.

Neste artigo, listei algumas respostas a perguntas frequentes sobre o tema e como ajudar um idoso em situação de violência.

O que é a violência contra idosos?

A violência contra idosos é classificada como qualquer ato conhecido, pretendido, ou descuidado, que causa dano ou sério risco de danos a uma pessoa idosa fisicamente, mentalmente, emocionalmente ou financeiramente.

Ainda de acordo com as informações do Governo Federal, a violação contra pessoas idosas que concentra o maior volume é a negligência, com 38 mil registros, quase 80% do total, seguida de violência psicológica (24%), abuso financeiro (20%), violência física (12%) e violência institucional (2%).

Ou seja, o termo é bem amplo e abrange tipos diferentes de maus tratos:

Violência física

Uso da força para ameaçar ou fisicamente ferir uma pessoa idosa vulnerável.

Violência emocional

Ataques verbais, ameaças, rejeição, isolamento, ou atos depreciativos que podem causar angústia mental, dor ou sofrimento para uma pessoa idosa.

Abuso sexual

Contato sexual que é forçado, enganado, ameaçado ou coagido por outra pessoa, incluindo qualquer pessoa que é incapaz de dar o seu consentimento.

Exploração

Roubo, fraude, negligência ou uso incorreto de autoridade, usado como uma alavanca para ganhar o controle sobre o dinheiro ou a propriedade de uma pessoa mais velha.

Negligência

Falha ou recusa de um cuidador para garantir a segurança de uma pessoa idosa vulnerável, física ou necessidades emocionais.

Abandono

A deserção de um idoso fragilizado, ou vulneráveis, por qualquer pessoa com um dever de cuidado.

Auto-negligência

A incapacidade de compreender as consequências de suas próprias ações ou omissão, que provoque dano ou ameaça de perigo.

Como posso identificar um perfil violento?

Apesar de os agressores comumente serem membros da família, a violência contra idosos também pode ocorrer em uma instalação de cuidados de longa duração, como uma casa de repouso ou residência assistida.

Geralmente, os funcionários e agentes temporários que têm contato direto com os moradores são os autores mais frequentes.

Outros criminosos podem incluir velhos amigos ou “amigos” recém adquiridos que se aproximam intencionalmente para usufruírem dos benefícios dos idosos.

Embora não haja um perfil típico de um abusador, a seguir estão alguns sinais comportamentais que podem indicar problemas:

  • Elevação de consumo de álcool ou outras drogas
  • Controle das ações dos mais velhos: quem ver e com quem falar, para onde vão
  • Isolar o mais velho da família e amigos, o que pode aumentar a dependência
  • Dependência emocional / financeiro sobre mais velho, incapacidade para ser autossuficiente
  • Ameaçar deixar, ou enviar, o ancião para um lar de idosos
  • Parecer ser indiferente ao mais velho, parecendo apático ou hostil
  • Minimizar os ferimentos de um ancião, culpando a vítima, ou outros para o abuso, negligência ou exploração
  • Ameaçar prejudicar animal de estimação de um ancião
  • Histórico criminal anterior
  • Doença mental
  • Traços de personalidade de longa data (mau humor, hiper criticidade, tendência a culpar os outros pelos problemas)

Do mesmo modo, em relação aos cuidados de longo prazo, alguns outros fatores de risco potenciais de abuso de idosos no cuidado de longo prazo são:

  • Práticas de contratação negligentes (contratação de criminosos, ladrões e usuários de drogas violentos para trabalhar como auxiliares, técnicos de manutenção, etc., deixando de fazer verificações de antecedentes necessários)
  • Muito poucos funcionários, alta rotatividade e formação inadequada
  • Recursos pessoais que não têm compaixão ou empatia com as pessoas idosas e pessoas com deficiência

Como denunciar a violência contra idosos?

A melhor forma de combater a violência contra idosos é não se silenciar em frente a essas situações.

Só para exemplificar, o Disque 100, o aplicativo Direitos Humanos Brasil e o site da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos oferecem serviços gratuitos e funcionam 24 horas por dia, inclusive em feriados e finais de semana para receber denúncias e dar orientações.

Além disso, a Polícia Militar da sua região pode atender denúncias de casos de violência contra vulneráveis, basta ligar para o 190.

Em suma, a saúde física e emocional dos idosos também depende da nossa atenção, cuidado e afeto. Por isso, coloque-se a disposição para ouvir e acolher aqueles que sempre nos estenderam as mãos.

David Lederman é presidente da Lederman Consulting & Education e organizador dos Workshops Oficiais do Disney Institute no Brasil. 

Fundador da Escola Nacional de Qualidade de Serviços (ENQS), Professor na Fundação Vanzolini no Curso de Especialização em Administração de Serviços – CEAS e Professor no MBA em Administração, Finanças e Geração de Valor na disciplina “Excelência em Serviços e Fidelização de Clientes” da PUCRS.

Para saber mais sobre a metodologia de como transformar sua empresa num negócio “age friendly” (amigável ao idoso) entre em contato conosco: faleconosco@ledermanconsulting.com.br

Para saber mais sobre Qualidade de Serviços Disney e Inovação e Criatividade Empresarial Pixar, veja nossos cursos presenciais no Brasil e em Orlando: Clique aqui.

Aplicando na Prática o Jeito Disney de Encantar Clientes: agora online. Consulte a data na agenda.

Lições de Criatividade Estilo Disney/Pixar: agora online. Consulte a data na agenda.